Comércio Eletrônico

05 Motivos para sua empresa “crescer” com Comércio Eletrônico

Que o comércio eletrônico já está instalado no Brasil e apresenta curva crescente em termos de usuários e faturamento, isto não discute.
O que ainda surpreende é observar que alguns empresários ainda não entenderam esta grande oportunidade e não utilizam plataforma de comércio eletrônico como forma de expansão para seus negócios, para estes cito algumas boas razões para pensar bem sobre o assunto:

01 –  Nos USA a tendência de que 15% dos shopping centers irão perder seu formato original de centro de compras nos próximos 10 anos, por causa das facilidades do comércio eletrônico, e se transformarão em centro de serviços e lazer, já esta acontecendo lá, portanto logo vai começar a acontecer por aqui. É a tecnologia colocando em cheque uma grande indústria (shopping centers).

02 - Ao optar pela utilização de comércio eletrônico como expansão a empresa começa a se modernizar e tomar contato com novas tecnologias que a ajudam a ficar mais leve e mais enxuta, como também a utilização de mão de obra qualificada para administração deste novo negócio.
03Comércio eletrônico é um novo negócio dentro do negócio, que acontece de forma rápida e dinâmica e tem em seu ecossistema diversas ferramentas para monitoramento, que é a “grande sacada’ da era da tecnologia, esta capacidade de você saber tudo o que acontece dentro do negócio, em tempo real, em varias dimensões, e poder tomar decisões sobre informações verdadeiras e fiéis, isto não tem preço para quem se arrisca diariamente como empreendedor.
04Comércio eletrônico atende consumidor final da marca em todos os rincões possíveis. É evidente que a abertura proporcionada pela internet possibilita exposição da marca em nível nacional com o melhor custo x beneficio, sobretudo para pequenos negócios que atuam localmente, ou seja, basta ter um bom produto, com preço acessível que a praça é enorme, com cerca de 8.600.000 kilometros quadrados e 200.000.000 de potenciais consumidores.
05 – Para empresas que atuam no atacado e tem rede de revendas, melhor ainda, porque representa diminuição de custos se analisarmos a curva ABC de clientes, dando a possibilidade de qualificação e tempo para a equipe de vendas se dedicar com mais afinco aos clientes da curva A/B e/ou prospecção.
Estes são alguns poucos motivos para se pensar na formulação de uma estratégia de comércio eletrônico, é inevitável agora, veja que em países mais atualizados já está acontecendo modificações nos formatos tradicionais da relação de compras, o caminho é longo, mas como diz o ditado “Quem chega primeiro ao rio bebe água mais limpa”.

Quer saber mais sobre implantação de comércio eletrônico? Clique aqui

Edson P. Ribeiro
Palestrante, Consultor, Escritor e CEO na empresa Nashua Comunicação








Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>